Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009

Constituição do sistema circulatório: o coração

 

 

O coração funciona como órgão propulsor da circulação sanguínea. Este órgão musculoso encontra-se alojado na cavidade torácica, entre os pulmões, ligeiramente deslocado para a esquerda.
 
É constituído por:
Artéria aorta – artéria que transporta o sangue rico em oxigénio do ventrículo esquerdo para todo o corpo.
Artéria pulmonar – artéria que transporta o sangue do ventrículo direito para os pulmões.
Aurícula esquerda – cavidade superior esquerda do coração que recebe o sangue rico em oxigénio proveniente dos pulmões.
Aurícula direita – cavidade superior direita do coração que recebe o sangue rico em dióxido de carbono proveniente de todo o corpo.
Válvulas semilunares – válvulas localizadas no início das artérias pulmonar e aorta, em forma de meia-lua, que impedem que o sangue retorne ao coração.
Válvula bicúspide – válvula auriculoventricular com duas pregas membranosas que impede o refluxo de sangue do ventrículo esquerdo para a aurícula esquerda. Esta válvula também é conhecida como válvula mitral.
Válvula tricúspide – válvula auriculoventricular com três pregas membranosas que impede o refluxo de sangue do ventrículo direito para a aurícula direita.
Ventrículo esquerdo – cavidade inferior esquerda do coração que distribui o sangue rico em oxigénio por todo o corpo, através da artéria aorta.
Ventrículo direito – cavidade inferior direita do coração que envia o sangue empobrecido em oxigénio para os pulmões, para libertar o dióxido de carbono e adquirir mais oxigénio.
Septo intraventricular – membrana que separa a aurícula e o ventrículo esquerdos da aurícula e ventrículo direitos.
Miocárdio – músculo cardíaco, com diferentes espessuras nas aurículas e nos ventrículos: é menos espessa nas aurículas do que nos ventrículos e é mais espesso no ventrículo esquerdo do que no direito.
 
 
 
                                                                                                                                                                   

publicado por Luís Dias às 14:02
link do post | comentar | favorito
blogs SAPO

.subscrever feeds