Terça-feira, 10 de Fevereiro de 2009

Curiosidades

 

 

 

Por estimularem a produção de saliva, os beijos ajuda a combater a cárie.

 

O tubo digestivo, da boca ao ânus, mede entre 7 a 10 metros.

 

O alimento engolido leva de 4 a 8 segundos a chegar ao estômago.

 

O fígado produz diariamente 0,5 litro de bílis.

 

O fígado produz diariamente 0,5 litro de bílis. Os rins precisam de 50 minutos para, com a ajuda das bebidas e da água dos alimentos, filtrar todo o sangue. Isso resulta, num único dia, em 180 litros de sangue limpo e 1,5 litro de urina liberada.

 

Diariamente as glândulas salivares produzem 1 a 2 litros de saliva.

 

Quando cuspimos, a saliva pode atingir uma velocidade de 170 km/h.

 

 

Pode fazer-se a digestão de cabeça para baixo?

Sim, porque o que impulsiona o alimento da boca para o estômago e deste para o intestino não é apenas a força da gravidade, mas principalmente os movimentos peristálticos do aparelho digestivo, uma espécie de ondas que se propagam alternando contracções e dilatações das paredes. Uma demonstração evidente é o facto de os astronautas digerirem perfeitamente, mesmo em condições de microgravidade.

 

Porque soluçamos?

O soluço é uma respiração com espasmos provocada pelo súbito fechar da epiglote (abertura localizada na laringe, que serve de passagem de ar para os pulmões) simultâneo à contracção do diafragma (músculo respiratório situado entre o abdómen e o tórax). A maioria dos casos de soluço tem duração breve; mas existem situações em que a pessoa soluça durante horas. Embora raros, em alguns casos o soluço pode tornar-se crónico e durar anos.

 

 

Recomendações
Manobras caseiras: como a maior parte dos ataques de soluço dura apenas alguns minutos, é grande o número de tratamentos caseiros indicados. Entre eles:

- Prenda a respiração;

- Engula uma porção de açúcar cristal (uma colher de chá), miolo de pão ou gelo moído;

- Curve-se e beba água do fundo de um copo;

- Chupe uma fatia de limão;

- Respire repetidamente num saco de papel;

- Faça gargarejos com água;

- Coce o céu-da-boca com um cotonete de algodão;

- Usando uma colher de chá, suspenda a úvula [campainha da garganta];

- Erga os joelhos até o peito e incline-se.

 

Porque arrotamos?

O arroto é causado pelo acto de “engolir ar” (aerofagia).

As causas mais comuns são o “falar ou comer muito rápido, engolindo ar”, ingerir alguma substância que contenha gás, como por exemplo os refrigerantes, entre outras.

 

 

 

 

 

Porque faz barulho o nosso estômago?

 

Devido às actividades no sistema digestivo, o estômago já provoca um certo ruído. No entanto, quando uma pessoa está com muita fome, o barulho é audível a todos

Quando vemos, cheiramos ou imaginamos comida, o cérebro envia informações para o nosso estômago. Dessa forma, este começa a preparar-se para receber os alimentos.

O barulho que escutamos é provocado pelo estômago e intestino delgado, que passam a contrair e relaxar várias vezes – movimentos peristálticos. Esse movimento provoca a agitação dos gases e líquidos contidos no interior do estômago, resultando no “ronco” deste.

 

                                                                              


publicado por Luís Dias às 18:43
link do post | comentar | favorito
blogs SAPO

.subscrever feeds