Domingo, 18 de Janeiro de 2009

Transmissão de características hereditárias

O DNA é uma molécula muito extensa que contém toda a informação genética de um organismo. Nesta molécula existem segmentos que correspondem a unidades de informação genética, relativas a uma determinada característica, o gene.

Como os cromossomas formam pares, em que o cromossoma de origem materna e o cromossoma de origem paterna são idênticos (cromossomas homólogos), e como em cada cromossoma existe uma molécula de DNA, podemos dizer que existem normalmente 2 genes, um em cada cromossoma, responsáveis pelo aparecimento de uma determinada característica.

A descoberta de como ocorre a transmissão das características inscritas nos genes deve-se a Gregor Mendel, e às suas experiências com ervilheiras.

Actualmente sabe-se que cada característica depende da constituição de dois genes, um de cada cromossoma homólogo, que podem ser iguais ou diferentes para a característica. Ao conjunto destes dois genes chama-se genótipo. Há característica que se observa no indivíduo, como resultado do genótipo, chama-se fenótipo. Por sua vez, ao gene que se manifesta no fenótipo do indivíduo chamamos gene dominante e àquele que não se manifesta chamamos gene recessivo.

 

 


publicado por Luís Dias às 16:45
link do post | comentar | favorito
blogs SAPO

.subscrever feeds